Ainda não seria hora de reduzir a velocidade de queda de juros, porque a economia ainda não está recuperada. A diferença entre a taxa de juros e a inflação ainda é alta. Embora, o emprego esteja lentamente se recuperando (?), desse jeito a economia deve crescer menos do que poderia. Veremos a nova decisão sobre a nova taxa de juros, que está em queda, em 25 de outubro:

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2017/09/1916390-copom-indica-que-cortara-menos-os-juros-basicos-na-proxima-reuniao.shtml